PT | EN

Exposição de Pintura

A Cidade e as Serras

De João Manuel Salcedas

 

De 14 de janeiro a 26 de fevereiro de 2017 | Real Fábrica Veiga

Sessão de Encerramento: 23 de fevereiro (16h30)

  • Visita guiada pelo artista
  • Palestra "A cidade e as serras", de Eça de Queirós, por António dos Santos Pereira 

 

João Salcedas

Nasce na Aldeia do Carvalho, em 1960.

Foi ilustrador durante vinte e cinco anos num jornal e, atualmente, faz trabalhos de desenho para uma empresa local.

Paralelamente, tem realizado alguns outros trabalhos gráficos desde capas de livros, rótulos, brasões, medalhas e ilustrações diversas.

Na sua obra essencialmente figurativa influenciada pelo rigor da sua profissão, ao descrever a realidade observável também pretende suscitar a sensibilidade e a imaginação aos que usufruem da sua obra. Na sua pintura busca a serenidade, a paz e a harmonia, mas, por vezes, também provoca outras inquietações emotivas. Nas trinta e quatro telas que são apresentadas nesta mostra utiliza o óleo, mas também algumas aguarelas, sobretudo desde que pinta ao ar livre temas tão queirosianos que deram inclusivamente o título à exposição de “a cidade e as serras”. Gosta de sentir os afetos e as emoções que a pintura desperta nas pessoas que passam e, por vezes, o observam e até questionam.

Desde 1974, que apresenta as suas obras ao público em diversas exposições individuais e coletivas:

1974 - Casa do Povo, Vila do Carvalho.
1977 - Teatro da Trindade, Lisboa (Coletiva); Salão da Comissão Regional de Turismo da Serra da Estrela, Covilhã; Escola Secundária Campos Melo, Covilhã; Escola Secundária Frei Heitor Pinto, Covilhã (Coletiva); Teatro GICC da Covilhã.
1983 - Salão da Comissão Regional de Turismo da Serra da Estrela (Coletiva).
1992 – Salão da Cultura da Câmara de Santarém (Coletiva).
1994 – Salão da APAE, Covilhã.
2002 – Biblioteca Municipal da Covilhã; Paço da Cultura de Belmonte; Académico dos Penedos Altos; Edifício da Cultura Covilhã (Antigos Alunos da Escola Campos Melo); Arte Covilhã – Edíficio ANIL; Sala da Nora, Castelo Branco; Artista da Nossa Terra, na Biblioteca da Covilhã (Coletiva); Centro Hospitalar Cova da Beira; Filarmónica Recreativa Carvalhense.
2014 - Em representação de Portugal, na Exposição Coletiva em Les Roches-de-Condrieu, França.
2015 – Museu de Arte Sacra, Covilhã.

Cartaz

Convite para a sessão de encerramento


Datas
De 14 de janeiro (16h00) a 26 de fevereiro de 2017

Horário
De terça-feira a domingo | 9h30-12h00 e 14h30-18h00

Local
Museu de Lanifícios da UBI / Núcleo da Real Fábrica Veiga (Galeria)
Calçada do Biribau, s/n (ao Parque da Goldra), 6201-001 Covilhã

Condições de Ingresso
Entrada livre e gratuita