PT | EN

 Meia hora no Museu com uma peça

24 de março | Real Fábrica Veiga

Caldeira a vapor, c. 1886

Com a preleção de Jaime Alçada Mousaco Almeida Ribeiro,

Engº Mecânico e descendente da Família Alçada

Marca: De Naeyer & Cie., França e Bélgica, c. 1886
Proveniência: Alçada & Mouzaco , 1878-1899 / Alçada & Filho, 1899-1908 / Alçada & Filho, Sucessor,  1908-1964 / Aníbal Mouzaco Alçada ou Fábrica Alçada, 1964-1968, Covilhã
Incorporação: Compra a Maria Julieta Mousaco Alçada de Almeida Ribeiro, 2004

Este gerador a vapor aqua-tubular inexplosível com 100 cavalos foi adquirido pela empresa Alçada & Mouzaco, localizada junto à ribeira da Carpinteira, na zona norte da cidade da Covilhã, entre 1891-1892, depois de ter estado patente na Exposição Industrial Portuguesa, que decorreu em Lisboa, em 1888. Provavelmente, esta volumosa máquina foi transportada por comboio, uma vez que a Linha da Beira Baixa até à Covilhã já tinha sido inaugurada em 1891. Esta caldeira veio a substituir uma outra de 1878 que, entretanto, explodiu. Servia prioritariamente a secção de Tinturaria da fábrica, mas também fornecia iluminação na área em que estava implantada. Era utilizada sobretudo na época de estio em substituição da energia hidráulica fornecida por grandes rodas junto à ribeira da Carpinteira.

Foi adquirida aos herdeiros da Fábrica Alçada em 2004 e, em 30 de abril de 2005, já estava implantada no Núcleo Museológico sobre a Industrialização dos Lanifícios na Real Fábrica Veiga.

A participação nesta preleção é livre e gratuita. Basta aparecer!

Ver Cartaz


Mais informações
Secretariado do Museu de Lanificios da UBI
Telefone: +351 275 319724 | muslan@ubi.pt